segunda-feira, 29 de março de 2010

Saudosismo Maldito

Estava eu desocupado, quando resolvi mexer em umas caixas que estavam guardadas sobre um armário aqui em casa.

Surpreendi-me quando notei que no interior das caixas estavam recortes de jornais e revistas antigos, do tempo do epa mesmo, basicamente sobre cinema e televisão.

O saudosismo maldito bateu e eis que inauguro uma nova seção neste blog.
Por enquanto, propriamente entitulada de "Saudosismo Maldito", mas pode muito bem ser "Das Antigas" ou algo assim.
Sugira algum título, se quiser...

Enfim, vamos ao trabalho (e quem viveu essa época, segure o choro):

Que tal este recorte com a propaganda de "O Retorno de Jedi" nos cinemas (1983 ou 1984, não sei precisar a data)?


Minha Santa Aquerupita!
Cenas de violência moderada.
Eu lembro que não pude ver o filme no cinema, tive que me contentar com o Episódio IV sendo apresentado na TV Manchete, se não me engano.
Naquela época, censura era coisa séria.

Continuando, reportagens sobre o relançamento da trilogia clássica em VHS (1994) e o lançamento da Edição Especial (de 1997) nos cinemas:


E mais, o lançamento de um gibi de Star Wars no Brasil (coisa mais do que rara naqueles tempos):


E os cartazes dos episódios IV e V:


Mas não acabou ainda.

"This is just the beginning"...

Houve uma época em que o grande herói na televisão era Sylvester Stallone, sem mais nem menos.
As emissoras disputavam no tapa os filmes do ator.
Quem não lembra da inigualável disputa entre Globo e SBT, para ver quem transmitia primeiro um filme da série Rambo?
A Globo anunciou "Rambo II" e o SBT anunciou "Rambo - Programado para Matar" para o mesmo dia, gerando uma comoção nunca antes vista para filmes na televisão.
E eu, mais do que apreensivo, sem saber o que fazer, pois queria gravar os dois filmes em VHS, mas somente dispunha de um videocassete (e o povo reclama de DVD, internet e tudo mais, hoje em dia).
Com muito pesar e com a vontade dividida, decidi gravar "Rambo II".
A grata surpresa foi que o SBT resolveu não apresentar seu filme no mesmo dia, decisão tomada nos últimos minutos antes do início das exibições.
Fiquei mais do que agradecido ao senhor Abravanel por esta manobra inteligentíssima.
E na Sessão das Dez seguinte no primeiro Cinema em Casa exibido, lá estava eu, gravando o filme.

Mas enfim, tudo isso só para dizer que Stallone era o grande astro dos filmes naqueles tempos, portanto:


Sobre "Stallone Cobra": foi exibido na véspera de Natal, se não me engano (mas pode ter sido na véspera de Ano Novo). Além disso, a exibição foi talvez a mais curta da história dos filmes na Globo: teve apenas três partes, pois o filme foi bastante cortado (pelas cenas de violência ou apenas para encaixar na programação da emissora).

E para encerrar esta primeira matéria desta nova seção, eis o "Calendário de Atrações" da Globo. Peço desculpas aos amigos leitores, mas não consegui descobrir o ano em que estes filmes foram exibidos Os filmes fizeram parte do "Festival 25 anos" da Globo, no ano de 1990, sendo apresentados em todos os dias da semana, após a novela Tieta: