segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Clone Wars - 1x03

Mais um episódio visto de "Star Wars - The Clone Wars".

"1x03 - Shadow of Malevolence" é um episódio voltado para as batalhas espaciais, bem no estilo da trilogia clássica.

Anakin Skywalker e um esquadrão de clones planejam um ataque à poderosa nave de guerra do General Grievous, chamada de "Malevolência".

 
Ao mesmo tempo, Grievous recebe a missão de destruir uma estação médica na qual os clones feridos são tratados.
O plano consiste em minar a confiança dos Jedi, que tratam os clones com o máximo respeito, ao contrário dos Separatistas com seus dróides.


Está formada a trama deste episódio.
Anakin, Ahsoka, Plo Koon e o Esquadrão Sombrio partem para enfrentar Grievous antes que este destrua a estação médica. Antes, os Jedi e seus clones precisam atravessar uma perigosa nebulosa.
E após estes perigos, finalmente devem confrontar a "Malevolência".


Este episódio apresenta detalhes interessantes.
A estação médica, por exemplo, na qual vemos um kaminoano auxiliando as forças da República, quebrando um pouco aquela imagem de "tô nem aí" que esta espécie apresentou em "Star Wars: Episódio II - Ataque dos Clones".


Além disso, o Esquadrão Sombrio se apresenta como um dos pontos fortes deste episódio (e com carisma suficiente para originar estórias próprias, bem ao estilo do Esquadrão Rogue comandado por Luke Skywalker e Wedge Antilles). 


Continuando, podemos observar as qualidades de liderança de Anakin Skywalker, que em "Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith" já era um Jedi (e piloto) de enorme reputação. Aqui podemos ver como ele vai, aos poucos, adquirindo seu renome. 


Entretanto, nem tudo funciona neste episódio.
As piadinhas dos dróides continuam sem graça.
E um personagem continua "fora de sintonia".
Sim, estou me referindo a ela: Ahsoka.
A padawan tem enorme potencial para se tornar a personagem mais odiada do universo Star Wars (sim, até mais do que Jar Jar Binks).
E agora ela inventou de ficar usando apelidos: "Mestre Sky", "R2-zinho"...
Pior que isso só os gritinhos de "Yiipee" e "oops" que o pequeno Anakin proferia em "Star Wars: Episódio I - A Ameaça Fantasma".
Ou não...
Neste episódio ela simplesmente não tem função alguma a não ser ficar fazendo piadinhas e sarcasmos, mesmo durante uma batalha espacial tensa.
Tudo bem, ela contribui de alguma forma no final, mas não o suficiente para que sua participação deixe de ser irritante. 


E vale mencionar a presença do Almirante Yularen, no comando das forças da República.
"Mas quem diabos é Yularen?", algum desavisado perguntaria...
Yularen é um daqueles personagens que, a partir de uma mera figuração, ganham vida e tornam-se efetivamente parte da estória.
Ele apareceu brevemente em "Star Wars: Episódio IV - Uma Nova Esperança", durante uma reunião do alto escalão Imperial na Estrela da Morte.


Enfim, mais um bom episódio, que acerta ao focar na batalha espacial, trazendo aquela sensação de estarmos vendo algo que realmente faz jus a Star Wars.